Estrutura da redação do enem 2021 - Enem Digital

Estrutura da redação do enem 2021

Entendendo a estrutura da redação do Enem 2021

A estrutura da redação do Enem é baseada no modelo do gênero textual dissertativo-argumentativo. Neste tipo de texto, o estudante deverá defender uma ideia sobre determinado tema através de argumentos e explicações coerentes. Esse gênero utilizado no Enem, tem como finalidade medir a capacidade de formação de opinião do candidato, bem como sua competência para convencer ou persuadir o leitor do texto.

Contudo, diferentemente de outros gêneros textuais, este em questão, possui uma estrutura bem simples, composta por: introdução, desenvolvimento e conclusão.

Basicamente, esta é a ordem oficial da organização da redação do Enem. Para elucidar melhor este tópico, segue uma “receitinha” para fazer a redação do Exame. 

  • Problema (Introdução): No momento inicial busca-se o problema, ou seja, os fatos sobre o tema proposto e, logo após, a ideia central do texto;
  • Opinião (Desenvolvimento): A opinião pessoal sobre o tema irá reforçar a argumentação, por isso é importante buscar uma verdade pessoal ou juízo de valor sobre o assunto abordado.
  • Argumentos (Desenvolvimento): O mais importante de um texto dissertativo-argumentativo é a organização, clareza e exposição dos argumentos. Portanto, é importante selecionar exemplos, fatos e citações a fim de assegurar a validade de sua opinião.
  • Conclusão: Nesse momento, busca-se a solução para o problema exposto. Assim, é interessante apresentar o resumo da discussão, ou seja, retomar a ideia principal do texto e expor uma solução para o problema dissertado.

Bom, agora que você já sabe basicamente o passo a passo de como fazer a redação do Enem. Que tal agora saber a importância de cada etapa que deverá ser preenchida no seu texto? E aí, vamos lá?!

Introdução


A introdução diz respeito a parte inicial do seu texto, através dela, você irá apresentar o contexto do assunto que será abordado e discutido no decorrer da sua redação. Veja algumas dicas cruciais que poderão te ajudar a tirar nota máxima no seu texto do Enem.

Desperte a curiosidade do leitor


Pense bem, sempre que vamos ler algo, as primeiras 10 linhas do texto é que vão determinar se daremos ou não continuidade a leitura, não é mesmo? Afinal, ninguém quer ler algo chato ou que não gosta, concorda? Pois bem, esse é o mesmo pensamento que o estudante deve ter ao começar escrever a redação do Enem.

De início, o candidato deverá tentar ao máximo despertar a curiosidade do leitor. Por isso, crie uma introdução chamativa e rica em informações, ou seja, traga citações, frases de efeito, alusões históricas, dados e etc. Essa possivelmente será a sua melhor chance de ganhar a atenção da banca e fazer com que seu texto seja visto como algo curioso ou interessante. Lembre-se, a introdução geralmente costuma ter de quatro a seis linhas.

Desenvolvimento


Conquistada a atenção do leitor, agora é o momento de mostrar todos os seus conhecimentos e domínio sobre o tema proposto. Nos próximos parágrafos do texto, o candidato terá de realizar o seu desenvolvimento do assunto. Este precisará demonstrar conhecimento sobre o assunto, apresentar argumentos que defendam o seu ponto de vista e tentar convencer o avaliador acerca do seu posicionamento. Fique atento, não basta apenas criar diversos argumentos e não desenvolvê-los bem. Muitas vezes, quantidade não significa qualidade.

Conclusão


Por fim, mas não menos importante, não mesmo! Chegamos a conclusão. Esta é a etapa final do texto. Nesta fase, é onde o estudante deverá gastar as suas últimas forças, conhecimentos e criatividade para encerrar o texto com maestria. Isso quer dizer, que é nesse momento em que o candidato apresenta detalhadamente as suas propostas de intervenção para o problema exposto.

Na conclusão, é fundamental que o leitor tenha uma visão clara das finalidades das propostas e dos meios de como pô-las em prática.

Principais perguntas sobre redação do Enem

  • É obrigatório por título na redação do Enem?

No geral, o título do texto só é obrigatório caso seja pedido no enunciado da proposta do tema da redação. Caso não seja solicitado,  este poderá ser opcional. No entanto, é importante que o candidato que realizará a prova do Enem, tenha conhecimento dos gêneros textuais. Tendo em vista alguns desses gêneros exigir título obrigatório nos textos. No caso do gênero dissertativo, o título não é obrigatório.

  • O que de forma alguma não posso por na minha redação?

É intolerável que a redação do Enem seja constituída por palavrões, discurso de ódio, apologia às drogas, armas ou contenha em sua estrutura argumentos que sejam racistas ou vá contra os Direitos Humanos.

  • O uso de clichês diminui a minha nota final da redação?

Bem, não é muito autêntico e criativo fazer uso de clichês. Desta forma, na maioria dos casos, o uso pode ocasionar a perda de pontos, uma vez que demonstra falta de originalidade ou conhecimento por parte do candidato.

  • O que minha dissertação precisa ter?

A estrutura da redação do Enem é baseada no modelo do gênero textual dissertativo-argumentativo. Neste tipo de texto, o estudante deverá defender uma ideia sobre determinado tema através de argumentos e explicações coerentes. Para isso, o aluno terá de desenvolver ao longo de sua redação as características inerentes do gênero dissertativo-argumentativo, sendo elas: introdução, desenvolvimento e conclusão.

  • Se eu não colocar uma proposta de intervenção, eu perco ponto?

Caso o candidato não coloque uma proposta de intervenção para o problemas exposto no texto. Este perderá 200 pontos na hora em que a banca for realizar a correção do texto.

  • Posso fazer perguntas na redação do Enem?

Em um texto dissertativo-argumentativo, o ideal é que o leitor concorde com o seu ponto de vista acerca de um determinado assunto, e não que ele responda ou tire suas próprias conclusões a respeito de uma questão colocada pelo aluno. Sendo assim, na elaboração da redação do Enem, podem sim, ser feitas perguntas. Entretanto, estas devem servir para dar ênfase nos argumentos colocados no texto e elas devem ser respondidas de forma clara e objetiva.

5 competências de avaliação da redação do Enem
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), possui cinco tipos de competências para avaliar as redações feitas pelos candidatos no Exame.

  • Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa;
  • Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa;
  • Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;
  • Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;
  • Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado que respeite os direitos humanos.

Como funciona a pontuação na redação do Enem?


A nota da redação será o total dos pontos atribuídos por cada professor de acordo com cada competência atingida. Caso haja uma diferença de 100 pontos no final da avaliação dos dois professores ou uma diferença de 80 pontos nas notas atribuídas em uma das competências. A redação deverá ser corrigida novamente por um terceiro avaliador. Se a divergência de notas ainda permanecer depois da terceira avaliação, a redação será corrigida por uma banca com três professores que dará a nota final. Saiba mais sobre a metodologia e critérios de correção adotados no Enem na  Cartilha do Participante – Redação do Enem 2018.

Quais critérios são utilizados para zerar uma redação no Enem?

Todos os candidatos visam obter a nota máxima no texto do Enem. Mas nem todos estão cientes dos motivos que levam inúmeros estudantes a zerar ou anular a redação do Exame. Confira!

  • Fuga total ao tema;
  • Texto com menos de sete linhas;
  • Não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa;
  • Cópia integral de textos motivadores da proposta;
  • Desrespeito aos Direitos Humano;
  • Folha de redação entregue em branco;
  • Utilização de desenhos impróprios ou sinais gráficos fora do texto;
  • Folha de redação em branco.

Como me preparar para a redação do Enem?

A prática leva a perfeição. Partindo desta premissa, para chegar no Enem e arrasar na redação, é muito importante que no decorrer dos estudos, o estudante produza vários textos sobre diversos temas nos moldes da prova do Exame, além de reservar algum tempo para verificar os critérios de correção da redação.

Assim, as chances de o aluno escrever um texto interessante e com bom desenvolvimento argumentativo, podem aumentar consideravelmente.