Principais dúvidas sobre o Novo Enem Digital - Enem Digital

Principais dúvidas sobre o Novo Enem Digital

Principais dúvidas novo ENEM Digital

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, teria neste ano a sua primeira versão no formato digital. Apesar de não ser uma novidade para os estudantes de plantão, tendo em vista a notícia ter sido anunciada em 2019. Muitos candidatos ainda possui algumas incertezas referente a aplicação da prova nesse novo formato.

Então se você se encaixa nesse grupo, fique tranquilo, abaixo tentaremos sanar todas as suas dúvidas com perguntas e respostas. Confira!

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O ENEM DIGITAL.

01 – QUANDO O ENEM DIGITAL VAI ACONTECER?

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Enem iria ter a sua primeira versão digital (modelo piloto) aplicada em 2020 nas datas 11 e 18 outubro. No entanto, devido aos impactos do COVID-19, a prova foi adiada para o dia 31/01 e 7/02 de 2021.

02 – QUANTAS PROVAS SERÃO FEITAS AO ANO?

Em 2020, estava previsto apenas uma prova no modelo digital, mas a quantidade de avaliações irá aumentar de acordo com o passar dos anos, ou seja, 2020 – Uma prova, 2021- Duas provas, 2022 a 2025 – Até quatro provas por ano. Porém, com o adiamento do Enem, em 2021 haverá apenas uma prova.

03 – A PROVA DE PAPEL SERÁ EXTINTA?

Sim, mas não de imediato. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), o Exame deve abolir definitivamente a versão em papel até o ano de 2026.

04 – QUANTOS ALUNOS FARÃO A PROVA?

A prova piloto será aplicada para 100 mil pessoas. O aluno que optar pela prova digital não será prejudicado e caso haja interferência, os estudantes poderão fazer a prova física na reaplicação em 24/02 e 25/02 de 2021.

05 – PODE HAVER FRAUDE NA PROVA?

De acordo com o professor da USP, Ocimar Alavarse, o Enem Digital não é imune a fraude, porém, a segurança é mais controlável por meios tecnológicos que na versão impressa.

06 – QUAIS SÃO AS POSSÍVEIS QUESTÕES COM O ENEM DIGITAL?

Assim como nada no mundo, não é possível prever como as questões serão cobras ou que será cobrado nas perguntas. Entretanto, a versão digital do Enem irá possibilitar maiores alternativas para elaborar e trabalhar as perguntas, como por exemplo: usar vídeos para detalhar algo, utilizar infográficos animados e até mesmo fazer uso de lógica de games.

07 – QUAL O OBJETIVO DO ENEM DIGITAL?

O Enem Digital tem por objetivo mudar tornar mais prática e tecnológica a aplicação do Exame e diminuir os gastos aos cofres públicos com impressão das provas. Atualmente, o Enem tradicional chega a custar 500 milhões de reais para a realização da aplicação da avaliação para mais de 5 milhões de participantes. Na sua versão digital, o governo prever uma economia de 480 milhões de reais.

08 – QUAIS SÃO AS 15 CAPITAIS QUE TERÃO O ENEM DIGITAL PILOTO?

  • Manaus (AM)
  • Belém (PA)
  • João Pessoa (PB)
  • Recife (PE)
  • Salvador (BA)
  • Brasília (DF)
  • Belo Horizonte (MG)
  • Rio de Janeiro (RJ)
  • São Paulo (SP)
  • Curitiba (PR)
  • Florianópolis (SC)
  • Porto Alegre (RS)
  • Cuiabá (MT)
  • Campo Grande (MS)
  • Goiânia (GO)

09 – É OBRIGATÓRIO PARTICIPAR DO ENEM DIGITAL  ENQUANTO PROJETO PILOTO?

Não. Até 2026, os candidatos que forem realizar o Enem, poderão optar entre a versão digital e a impressa. Já a partir de 2026, todos os estudantes deverão realizar a avaliação na sua versão on-line.

10 – QUAIS AS VANTAGENS E DESVANTAGENS DO ENEM DIGITAL?
Nem toda mudança e nem nada no mundo é feito apenas de vantagens. E com Enem Digital não é diferente. Desta forma, separamos aqui alguns prós e contras referente ao Enem Digital.

Vantagens

  • Diminuição do consumo de papel;
  • Preservação do meia ambiente;
  • Economia em relação às provas impressas;
  • Questões interativas e práticas;
  • Maior segurança;
  • Agilidade na liberação dos resultados.

Desvantagens

  • Possibilidade de problemas com infraestrutura tecnológica das escolas;
  • Possível raqueamento;
  • Probabilidade de complexidade nas questões;