Quais os principais modelos de argumentos e como estes podem te ajudar na redação do Enem 2020 - Enem Digital

Quais os principais modelos de argumentos e como estes podem te ajudar na redação do Enem 2020

Descubra como construir argumentos coesos e consistentes para garantir a tão almejada nota 1000 no Exame Nacional do Ensino Médio

 

A avaliação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é realizada em dois dias e é composta ao todo por 180 questões de múltipla escolha, 90 em cada dia de prova. No entanto, um dos maiores obstáculos para a maioria dos candidatos que realizarão o Enem 2020, é a redação. Afinal, o texto exigirá do estudante um bom desenvolvimento, argumentação coerente e conhecimento em diversas áreas do saber. 

A redação do Enem possui cinco competências:

  • Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa;
  • Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa;
  • Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;
  • Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;
  • Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado que respeite os direitos humanos.

Cada um desses critérios citados acima são utilizados para dar o resultado final da redação do candidato. Contudo, apesar de todas as cinco competências serem de extrema importância, é necessário que os candidatos deem um pouco mais de atenção ao critério número dois. Tendo em vista a grande maioria dos estudantes pecarem muito no quesito argumentação.

Sendo assim, não basta apenas entender o tema, é crucial que além de compreender o problema proposto pelo exame, o estudante também saiba criar argumentos sólidos e consistentes para desenvolver e concretizar as suas ideias.

Existem cinco tipos de argumentos, sendo eles: argumento de autoridade, argumento de exemplificação, argumento de comparação, argumento por causa e consequência e por último mas não menos importante, argumento por evidência. Se você não sabe o que cada um significa ou qual a funcionalidade desses variados tipos de argumentos, fique tranquilo, a Central do Enem Digital irá explicar cada um deles para você. Vem com a gente!

Argumento de autoridade

Os argumentos de autoridade é construído com base em constatações feitas por filósofos, pesquisadores, cientistas, sociólogos, líderes políticos ou historiadores, desde que sejam especialistas no tema a ser dissertado.

Este tipo de argumento serve para dar melhor embasamento a discussão que está sendo levantada. Para usar este tipo de argumento na redação do Enem, geralmente é utilizado a citação direta (fala do especialista entre aspas) ou indireta, que vem acompanhado de alguns conectivos como: de acordo, segundo, conforme e etc. Veja alguns exemplos. 

  • De acordo com Nascimento (2010), o conceito de jornalismo investigativo é o resultado da investigação do próprio repórter.  (Indireta)
  • “Há uma diferença entre descobrir uma irregularidade e descobrir que alguém descobriu uma irregularidade” (NASCIMENTO, 2010, p. 4).  (Direta)

Argumento de exemplificação

Como o próprio nome propõe, os argumentos de exemplificação são aqueles que usam como exemplo algum acontecimento histórico ou do dia a dia (notícia) para auxiliar e comprovar a tese da redação. Este permite melhor visualização do problema e impacto deste no cotidiano da sociedade. Confira o exemplo. 

  • O The New York Times (2017) revelou que através de um simples aplicativo de teste psicológico no Facebook, mais de 50 milhões de pessoas tiveram suas informações furtadas e utilizadas sem o consentimento delas. Nesse sentido, é crucial que o governo crie leis que fiscalizem os casos de invasão de privacidade e furto de dados na internet. 

Argumento de comparação

Os argumentos de comparação são usados para fazer analogias entre duas teses,ou seja, comparar a sua ideia sobre o tema proposto pelo Enem, com a ideia de algum autor, filme ou fato noticiado na mídia. Alguns conectivos para iniciar este tipo de argumento são: de maneira análoga, igualmente, assim como, entre outros. Veja um exemplo. 

  • De maneira análoga ao atual contexto de desigualdade social em que o mundo se encontra, o filme “Coringa” nos mostra que muita das vezes de tanto ser pisoteado e esmagado, o ser humano atinge o seu limite a ponto de enxergar uma saída na barbárie. Nesse sentido, cria-se um universo em que a loucura se encontra com a crueldade. 

Argumento por causa e consequência

Neste tipo de argumento, o estudante irá apresentar os motivos e as razões do problema proposto pelo tema da redação acontecer na sociedade e, em seguida, mostrar as consequências e os desdobramentos desse problema na vida das pessoas. Veja o exemplo. 

  • É importante ressaltar, de início, a falta de zelo, preocupação e investimento por parte do governo nas redes de saúde pública no Brasil. Como reflexo, é possível constatar o despreparo dos hospitais públicos para atender a uma grande demanda de atendimentos, além do aumento de óbitos devido a falta de medicamentos, profissionais e instrumentos essenciais para fornecer um atendimento adequado a população. 

Argumento por evidência

Por fim, o argumento por evidência é aquele em que o estudante justifica a sua tese com base em evidências bibliográficas, dados ou notícias do dia a dia. Exemplo.

  • De acordo com o The Guardian (2019), usuários do Facebook tiveram 540 milhões de dados pessoais expostos em servidores do serviço da Amazon sem qualquer tipo de chave de segurança para acesso. Sendo assim, os casos de invasão de privacidade e furto de dados mostram o quão relevante é o tema para a sociedade civil, acadêmica e para os profissionais de comunicação, tendo em vista o ser humano ter se tornado refém das redes sociais e meios tecnológicos.

Essas foram apenas algumas dicas da Central do Enem Digital do tipos de argumentos que podem ser utilizadas na redação do Enem 2020. Vale lembrar, que existem vários outros tipos de argumentos, e o importante é o estudante encontrar o modelo que melhor se adeque ao seu estilo de escrita e pensamento. Bons estudos e até a próxima!